[ editar artigo]

As tribos de hoje e a arte de liderar

As tribos de hoje e a arte de liderar

Se há um interesse comum – e isso sempre há entre as pessoas – e encontramos uma forma de conectar pessoas e ideias comuns, estamos participando da formação de uma Comunidade!

Além do interesse em comum e da conectividade, outro fator que pode ajudar na formação de uma tribo é a existência de um líder. Quem pode ser um líder? Todas as pessoas têm esse potencial e podem fazer acontecer, desde que tomem essa decisão. É viver aquela famosa frase de Mahatma Ghandi: seja a mudança que você quer ver no mundo! Grandes líderes unem uma tribo em torno de um propósito e iluminam todos os membros com sua liderança. Não é atenção para si mesmos que os verdadeiros líderes buscam, mas sim unificar a tribo. Eles incitam o movimento e fazem a tribo mover-se coordenando ações e ideias através de seus membros.

Aqueles que se tornam líderes estão mais focados no que podem fazer pela tribo e não ao que a tribo pode lhes proporcionar. Em geral, têm uma generosidade inata e a conexão com a tribo e seus propósitos é genuína. Dificilmente, numa liderança de sucesso, há correlação desta ação com dinheiro e poder. Há um real comprometimento entre o líder e a tribo, e os membros se importam e assumem os objetivos e a conexão de uns com os outros. De modo carismático, os líderes envolvem todos os membros nos movimentos da tribo, atraem e motivam novos seguidores. A palavra-chave, provavelmente, para um bom líder é “comprometimento”.

Uma tribo de sucesso sabe – seus líderes e membros – que a “mudança” é a qualidade essencial que devem vivenciar todo o tempo. Tal como tudo na natureza, nada permanece como está agora; tudo muda, o tempo todo. Por isso é tão importante que o líder perceba que sempre as regras precisam ser mudadas e as expectativas superadas. Tudo o que está sendo feito numa tribo é novo e não uma cópia do que já foi feito. As próprias ferramentas disponíveis para conectar os membros de uma tribo – as novas tecnologias – estão em constante atualização. Mas o real poder das tribos está na mão das pessoas, está na atuação de cada um, no movimento que é gerado quando uma ideia se espalha entre todos. Cada membro é um influenciador, formam as micro-lideranças dentro das tribos.

Enfim, assim se movimenta a sociedade hoje. Todos conectados, criando a realidade através de micro-movimentos. O foco não é mais dinheiro e poder. O foco é movimento, mudança, transparência. Seja um líder aqui na Hag Community.

Ao ler o livro Tribos de Seth Godin pensei muito no time da Hag. A tribo da Hag é assim, um grupo de líderes preocupados com o todo, por isso é um prazer escrever aqui. É muito bom fazer parte desta comunidade.

The Business Change
Luciano Kalil
Luciano Kalil Seguir

CEO - Duopana - Plataforma para você criar comunidades e ambientes colaborativos de produção de conteúdo.

Ler conteúdo completo
Indicados para você