[ editar artigo]

Como criar a "Árvore dos Problemas" da sua causa social - Metodologia

Como criar a

 

Uma das metodologias mais simples e esclarecedoras que aprendi estudando na pós-graduação de empreendedorismo e negócios sociais da FAE é a Árvore dos problemas. 

Seguindo poucos passos, é possível ter uma visão mais profunda de todo um contexto por trás de um problema existente na sociedade. 

 

A Árvore dos problemas consiste em analisar um problema central existente, as causas deste e quais são as suas consequências, seus efeitos dentro da sociedade. 

 

Imagine uma simples árvore: 

Começamos pelo tronco, onde será analisado um problema central. 

Essa adversidade possui diversas causas intrínsecas, são as raízes deste problema. 

 

Entender com profundidade essas raízes é um grande diferencial competitivo de um agente de mudança ou uma organização, como diria Rodrigo de Alvarenga (professor de métricas e mensuração de impacto da FAE), entender um problema é mais importante do que uma solução para construir um negócio

 

Se você, como agente da mudança, entender quais são as hipóteses de causa, as probabilidades de solucionar essa adversidade aumentam.   

Tanto esses problemas quanto as raízes geram folhas e frutos, que são entendidos como consequências, que desencadeiam diversos efeitos na sociedade. 

 

Vejamos um exemplo: 


Vamos analisar um problema na educação brasileira: Evasão escolar no ensino médio (Tronco da Árvore). 

 

Realizado um estudo sobre isso, identificamos algumas causas para esse; 

 

  • Falta de incentivo familiar

  • Bullying durante o período escolar

  • Necessidade de ajudar na renda familiar

  • Falta de acesso

  • Gravidez precoce

  • Falta de aprendizado na educação básica, o que dificulta o aprendizado no ensino médio

  • Desinteresse do lado dos alunos

  • Entre outros.

Estes pontos acima, são consideradas as raízes da evasão escolar.

E todas estas hipóteses geram consequências/efeitos como: 

 

  • Falta de interesse no ingresso ao ensino superior

  • Diminuição vertiginosa nas oportunidade de emprego

  • Colabora com o ciclo de pobreza do local

  • Entre outros


Agora a parte mais relevante, sobre a Árvore dos problemas:

Entender as causas faz com que o empreendimento ou projeto social foque em uma das hipóteses. 

 

Certa vez me falaram: É impossível uma instituição no começo da carreira, conseguir abraçar todas as razões que permeiam um problema social. 

 

Concordo, pois não há como uma única organização solucionar algo que está enraizado em uma comunidade ou na sociedade. Para a mudança sistêmica acontecer, é necessário muito tempo e muita mobilização de diversos agentes da mudança.

 

Entendo que, se cada organização ou empresa atuar em uma das causas e trabalharem em conjunto, talvez a mudança possa acontecer de forma mais organizada e com resultados mais reais. 

Realizar metodologias como essas auxiliam na profissionalização do negócio, onde todos podem entender qual o impacto buscado pela organização.  

Escolher uma ou duas raízes facilitam na hora de validar e mensurar os resultados de uma atividade/projeto. 

Para criar a árvore de problemas da sua instituição ou do problema que você pretende solucionar, é necessário seguir estes 3 passos: 

 

1 - Escolher um problema latente na sociedade. 

2 - Fazer uma lista de hipóteses de causas para esta adversidade existir.

3 - Entender quais são as consequências geradas em função do problema e suas raízes. 

 

LEIA TAMBÉM: TEORIA DA MUDANÇA: PENSE ANTES DE AGIR

The Business Change
Caio Yamashiro
Caio Yamashiro Seguir

Gestor comercial por formação, quase especialista em Marketing e participante da arte dos tambores japoneses de Curitiba ((:

Ler conteúdo completo
Indicados para você