[ editar artigo]

Por que tráfego orgânico é importante?

Por que tráfego orgânico é importante?

De uns anos para cá, a divulgação de conteúdos, para o bem ou para o mal, não cabe mais apenas aos jornalistas, produtores de mídia ou pessoas influentes do mundo real, mas a todo mundo. Literalmente, qualquer um pode fazer sua voz ser ouvida pelo digital, já que receptores viraram também emissores. E isso, faz com que as pessoas queiram ver coisas reais, se sentir integradas, engajadas e compartilhar conteúdo relevante, em outras palavras: conteúdo orgânico.

Para sua empresa, marca ou branding pessoal dar certo é preciso ter pessoas interessadas no que você está dizendo. E é aí que entra um dos quesitos mais importantes do conteúdo orgânico: relevância. Por exemplo, é possível que você já tenha visto perfis com mais de 10k de seguidores, mas posts com menos de 100 likes e nenhum comentário.  Ou fotos com mais curtidas do que seguidores – os famosos bots. Pelos algoritmos do Facebook, estima-se que apenas 10% de tudo que as pessoas publicam na sua rede apareça na sua timeline. Mas, como fazer com que seu negócio esteja nesses 10%? Primeiramente, não adiante estar rodeado de pessoas/ seguidores se seu conteúdo não é relevante, se não há engajamento, vontade de interagir e uma comunidade real que veja você como influência.

Programas de automatização são ótimos para aumentar o tráfego de um site. Até porque, sem tráfego, não há dinheiro. E sem dinheiro, não há conteúdo. Porém, números não são tudo. O que dá propósito ao que você deseja ou está construindo é saber que outras pessoas estão sendo impactadas. Nada dá mais engajamento do que pessoas (ok, e cachorros também). Porque pessoas reais querem ver coisas reais. Vídeos de making of, stories com enquetes/perguntas e elementos da vida pessoal, normalmente, são os queridinhos. Justamente porque são elementos humanizadores.

Mas como gerar tráfego orgânico?

Bom, não existe uma única resposta e não há resultados do dia para a noite (diferentemente de comprar seguidores). Mas há algumas técnicas que são indispensáveis para um bom tráfego orgânico:

  • Público Alvo - Você precisa saber quem é seu público para engajá-lo. Não apenas se são homens, mulheres, jovens ou não. Mas seus interesses. Por exemplo, se muitas pessoas da sua rede são interessadas por mentoria, há um grande nicho para conteúdos desse tipo (e boas respostas em relação a isso).

  • SEO – SEO, ou Search Engine Optmization, são técnicas para melhorar o desempenho de seu site em buscadores, vulgo, Google. SEO é fundamental para que as pessoas vejam seu site e é base para um tráfego orgânico. Boas palavras-chave e títulos bem escritos, chamativos e bem diagramados são essenciais para uma boa colocação no Google.
  • Marketing de Conteúdo – talvez o mais importante para gerar engajamento. Fotos de qualidade, vídeos, inbound marketing e uma comunidade/blog para fidelização e interação atraem pessoas e, por consequência, busca orgânica.  
  • Omni Channel – Não adianta todo o seu conteúdo estar contido em um único lugar. Leve seu conteúdo para outras redes. Posts no Facebook, vídeos no Linkedin, stories no Instagram, textos em comunidades... Outras plataformas incluem não só as redes sociais, mas diferentes formatos. Transforme seu conteúdo em vídeo, em podcasts e textos.

Todas essas técnicas são fundamentais, mas é importante não colocar todos os ovos em uma só cesta. Um bom marketing se resume em um uso equilibrado entre pago e orgânico. Criação de conteúdo orgânico e original, além de pagar para que outras pessoas vejam o resultado de seus esforços e comecem a se engajar.

Melhor começar logo, não? #TagsforLikes

The Business Change
Thais Porsch
Thais Porsch Seguir

Estudante de Jornalismo e fotógrafa

Ler conteúdo completo
Indicados para você