[ editar artigo]

Sua startup pode ser global? Pode se internacionalizar? O que fazer para se preparar? Como dar a partida?

Sua startup pode ser global? Pode se internacionalizar? O que fazer para se preparar? Como dar a partida?

Internacionalizar não é uma realidade para a maioria das empresas no país. O Brasil está muito longe de mercados mais maduros nos quais nascem muito mais startups globais ou que se internacionalizam, ou seja, aquelas que nascem em mais de um país ou que após fazerem um MVP em algum lugar (cidade ou região), lançam o serviço para mais mercados do que o do país onde estão baseadas. Essa tomada de riscos derivada da decisão de resolver o mesmo problema em mais mercados, produz uma curva de aprendizado muito acentuada, startups que conseguem fazê-lo criam muito mais valor para seus potenciais investidores.

Você tem o sonho de internacionalizar sua startup? Já está se preparando para isso? Como está estruturando seu processo de preparação?

Caso tenha essa ambição, mas não saiba o que fazer, compartilhe aqui suas dúvidas, que daremos algumas dicas sobre como enfrentar esse desafio.

The Business Change
Rodrigo de Alvarenga
Rodrigo de Alvarenga Seguir

Mentor, inovador, empreendedor, investidor, apaixonado por educação e professor. Membro de comunidades nacionais e internacionais focadas em empreendedorismo de alto impacto social & tecnológico, como Startup Grind, HIVE & Founder Institute.

Ler conteúdo completo
Indicados para você