[ editar artigo]

Transformação de negócios e transformação digital

Transformação de negócios e transformação digital

Transformação de negócios e transformação digital, como elas funcionam? Quais as diferenças e complementaridades? Independentemente de uma empresa ser privada ou pública, ou do tamanho dos negócios, é essencial inovar para acompanharem as rápidas mudanças tecnológicas. Isso não se aplica apenas a novas tecnologias, mas, principalmente, ao mindset dos colaboradores e a cultura empresarial.

Transformação de negócios

Transformação de negócios é uma estratégia de gerenciamento de mudanças. Serve para alinhar processos, pessoas e tecnologia dentro de uma organização para corresponder melhor à estratégia geral, à sua visão para o futuro, além de impulsionar a inovação e suportar novas estratégias de negócios.

A inovação é um dos elementos essenciais de um projeto de transformação de negócios bem-sucedido. Sem ela, os projetos podem falhar e as transformações podem não acontecer.

Transformação digital

A transformação digital envolve a implementação de novas tecnologias para criar ou alterar processos de negócios, experiências de clientes e cultura da empresa, a fim de atender às mudanças no mercado ou às necessidades de negócios. Embora a transformação de negócios e a transformação digital tenham alguns elementos em comum, os duas são distintas entre si.

Transformação digital vs. Transformação de negócios

A transformação é vista como a solução que ajudará as organizações a superar os desafios do mercado, capitalizar novas tecnologias e mudar a maneira como fazem negócios. A partir da transformação de negócios, a organização passa por uma mudança cultural e de processos, que são impulsionados pelas demandas e mudanças do mercado.  A transformação digital, por sua vez, trabalha com as ferramentas, tecnologias e processos usados para impulsionar as mudanças em uma organização, e é aí que se encontra a principal sinergia entre essas duas formas de transformação.

A partir da transformação dos negócios a organização utiliza novas ferramentas e processos sofisticados, sempre colocando seus clientes finais no centro de tudo o que fazem, além disso, concentram-se em novos modelos de negócios e de entrada no mercado. Já as transformações digitais se concentram nas tecnologias que apoiam esses esforços. Pode-se até dizer que a transformação digital é um elemento da transformação dos negócios.

Por que alguns projetos de transformação falham?

Embora existam muitas organizações embarcando em projetos de transformação digital; o erro que muitas empresas estão cometendo é de concentrar todos os seus esforços somente na tecnologia. Sem considerar mudanças fundamentais, principalmente culturais. Mesmo as plataformas de tecnologia mais sofisticadas têm menos chance de terem o impacto esperado quando aplicadas isoladamente.

Para que qualquer transformação digital tenha êxito, é necessária uma mudança no mindset das pessoas, nos canais e nos processos, para citar algumas das principais áreas que precisam ser consideradas.

Porém, de nada adianta começar o processo sem entender a fundo como a empresa está agora. Algumas perguntas precisam ser respondidas para que a transformação seja feita da melhor forma possível:

  • Seus funcionários estão abertos a mudanças?
  • Há uma equipe para planejar e executar a mudança?
  • Sua empresa está pronta para fazer investimentos, se necessário?
  • Você pode continuar o processo?

Para realmente transformar seus negócios, você precisa estar disposto a seguir com a mudança e a não desistir do processo pelo caminho se as coisas começarem a ficar difíceis. Como em qualquer mudança, haverão desafios e você não pode seguir o caminho mais fácil.

A transformação digital e a transformação dos negócios são extremamente importantes quando se trata de garantir o sucesso de uma empresa. Elas trabalham de mãos dadas e, sem as duas, uma empresa não será capaz de sustentar sua relevância ou competitividade em seu respectivo mercado.

Bom, mas como diria Lao-Tsé “Uma longa caminhada começa com o primeiro passo”, vamos começar a transformação a partir do mindset inovador!

A cultura corporativa adota os valores que influenciam a maneira como os funcionários pensam e agem. A cultura da inovação é a estrutura de toda atividade de inovação. Se a cultura não for positiva, pode prejudicar a inovação, mesmo que a ideia e a equipe de inovação sejam perfeitas. É, portanto, um fator decisivo para o sucesso da inovação.

Para criar uma cultura de inovação positiva, é preciso sensibilizar os funcionários para a inovação e, principalmente, as oportunidades decorrentes dela. Motivar e inspirar os funcionários a se engajarem no processo de inovação, seja ativamente no papel de inovadores, ou apoiando ideias e projetos de outras pessoas.

Forneça aos funcionários as informações, ferramentas, recursos, estruturas e espaço que permitam a inovação ocorrer e para que eles criem as habilidades necessárias para inovar.

Clareza estratégica é, indiscutivelmente, a base para qualquer transformação.

Antes de tudo, o mais importante é definir claramente quais são os objetivos e a estratégia de inovação adotada pela empresa. A estratégia de inovação define a direção. As expectativas e objetivos em relação à inovação, devem ser claros para todos. Portanto, um primeiro e importante passo, é comunicar a estratégia de inovação para todas as funções e níveis hierárquicos.

O claro compromisso da gerência é essencial para que a mudança ocorra.

Envolvimento ativo dos colaboradores

A comunicação da estratégia de inovação aumenta a conscientização, mas é importante atrelar a comunicação com o envolvimento ativo dos colaboradores. Por meio de workshops sobre inovação para todas as funções e níveis hierárquicos. Conjuntamente, iniciado pelo gerente, deve ser definido, o que a inovação significa para a área, qual o papel que cada colaborador desempenha no processo de inovação, com o que e como podem contribuir para o seu sucesso. Essas atividades, podem resultar em modelos e planos de ação concretas.

Possibilidades para uma cultura de inovação positiva

Essas três opções são muito eficazes, mas exigentes e difíceis, porque requerem mudanças significativas na organização. Elas só podem ser implementadas com total comprometimento da equipe em todos os níveis e precisarão de recursos adicionais.

Intraempreendedorismo

Várias empresas têm projetos e métodos em que todo funcionário pode contribuir com sua ideia de negócio para a empresa. É o que chamamos de intraempreendedorismo, se o plano de negócios desenvolvido pelos colaboradores for aceito, eles poderão criar o prroduto ou serviço na empresa, podendo inclusive chegar a se tornar um spin-off (nova empresa lançada no mercado para acomodar o produto ou serviço desemnvolvido).

Tempo de trabalho para inovação

A 3M e o Google estão entre as empresas mais inovadoras e são conhecidas pelo fato de que todo funcionário utiliza cerca de 10% de seu tempo trabalhando com inovação e trabalhando com suas próprias ideias. É o que eles chamam de estratégia 70, 20, 10; em que 10% do tempo é gasto em projetos inovadores.

Essa medida é muito eficaz, por um lado, na cultura da inovação, porque demonstra de maneira impressionante como a inovação é importante para a empresa e, por outro lado, mobiliza um enorme potencial de inovação.

Laboratórios de Inovação

Os laboratórios de inovação são dissociados dos negócios do dia-a-dia. Os Laboratórios de inovação podem ser unidades de inovação organizacional, mas também um local físico onde todos podem usar a infraestrutura e desenvolver sua criatividade. Salas criativas, ferramentas como impressoras 3D e oficinas estão disponíveis para o desenvolvimento de ideias e protótipos.

Inovação Aberta

Permitir que todos os colaboradores, independentemente do nível hierárquico, possam trabalhar com startups. Criar um canal e acesso fácil às startups para que todos possam buscar soluções para os desafios, desde os mais simples aos mais complexos, no mercado. Buscar eficiência a partir dessas interações é outra forma de fomentar uma cultura de inovação positiva.

 

Existem muitas maneiras de ajustar a cultura da inovação de uma empresa e torná-la mais positiva. Isso nem sempre exige orçamentos imensos e extensos planejamentos. É possível começar pequeno, colher os primeiros frutos, analisá-los para depois alçar voos mais altos.

E você e sua empresa, já começaram um processo de transformação ou inovação dentro da empresa? Como foi a experiência e quais foram os resultados? Estão enfrentando dificuldades e desafios? Buscando por apoio? Compartilhe aqui nos comentários!

The Business Change
Ler conteúdo completo
Indicados para você