[ editar artigo]

Como selecionar os melhores mentores para sua startup

Como selecionar os melhores mentores para sua startup

É cada vez mais comum a busca de startups por um mentor - alguém com mais
experiência em uma área, disposto a compartilhar o aprendizado. E como manda a regra, maior demanda, mais oferta, seja através de contato direto, eventos, programas de apoio a empreendedores, entre outros. De uma maneira geral, com todo esse conjunto de ações, há mentores disponíveis por todos os lados.

Entretanto, nem sempre, os mentores têm larga experiência para contribuir com as startups. É preciso entender, primeiramente, que: toda a responsabilidade de tratar desse tema é do próprio empreendedor e/ou fundador(es) da startup.

Antes de sair buscando mentores pergunte-se: qual o estágio da minha empresa? O que eu preciso? Quem é melhor para nos ensinar isso? Em outras palavras, seu mentor tem que ser condizente com suas necessidades. Não adianta ter o melhor mentor do mundo em vendas se seu problema está no modelo de negócios.

Mesmo com o melhor dos mentores, não é necessário ter uma relação de longo prazo com ele. Lembre-se de que você está buscando um mentor e não um advisor para fazer parte do seu negócio. Inclusive, o uso de mentores em eventos é muito válido, mas nunca se esqueça de filtrar o que faz sentido e o que não faz para sua startup, afinal, em última instância, o ônus e bônus são seus – da startup e dos empreendedores/founders, pois quem escolhe e decide são vocês.

Quando se consegue o mentor - a partir das conexões feitas, seja por
uma call, reunião ou um evento informal - o primeiro encontro, assim como uma
entrevista de emprego, exige preparação. Então, aqui vão algumas dicas:

  1.  Seja direto ao ponto - quanto mais experiência, mais provável que o mentor tenha pouco ou nenhum tempo. Então, seja conciso e claro.
  2. Respeite o tempo - exceto se o mentor se dispôs a dar continuidade ao assunto.
  3. Esteja pronto para imprevistos - cheque wifi, Skype, saia cedo para evitar o trânsito. Lembre-se, seu atraso o faz perder tempo, e tempo é muito precioso!
  4.  É possível que seja apenas uma reunião - não é preciso que saia tudo às mil maravilhas, o mentor pode não ficar interessado ou você não ver benefícios após a conversa. Pontos específicos também podem ser resolvidos em um único encontro, mas questões mais robustas requerem mentores e encontros mais densos.

E, por último, seja atraente! Agregue valor e gere resultados. O mentor
precisa se sentir recompensado por seu trabalho, afinal, as mentorias são muitas vezes concedidas como um give back, devem gerar uma sensação genuína de contribuição e nada mais justo do que o mentor se sentir parte do sucesso, por isso, existe sim uma expectativa de resultado, uma via de mão dupla.

Startups que apresentam resultados são sempre mais interessantes para os mentores pois, na pior das hipóteses, a performance acessa os hormônios responsáveis pelas recompensas. Recompense o esforço das pessoas que o apoiaram pelo caminho!

Startups

The Business Change
Rodrigo de Alvarenga
Rodrigo de Alvarenga Seguir

Mentor, inovador, empreendedor, investidor, apaixonado por educação e professor. Membro de comunidades nacionais e internacionais focadas em empreendedorismo de alto impacto social & tecnológico, como Startup Grind, HIVE & Founder Institute.

Ler conteúdo completo
Indicados para você