[ editar artigo]

8 principais características das empresas de sucesso em mercados internacionais

8 principais características das empresas de sucesso em mercados internacionais

Empresas de sucesso em mercados internacionais possuem características em comum.

Por que algumas empresas experimentam sucesso no exterior, enquanto outras lutam para se globalizar? Existem traços em comum que podem auxiliar empresas a se internacionalizarem com maior facilidade do que outras. Listei as 8 principais características de empresas com alto crescimento internacional:

Possuem uma liderança visionária e objetivos ambiciosos

A visão do fundador ou dos níveis mais altos da empresa é essencial para crescer internacionalmente. Empresas com líderes que não possuem vivência, ou mesmo visão internacional, têm dificuldades em escalar para novos mercados. O medo do desconhecido é normal e, sem conhecimento prévio sobre outros mercados, é mais difícil enxergar a expansão global como prioridade, pois não há uma visão clara sobre a necessidade de diversidade geográfica para escalar.

Fazem uso da tecnologia

Empresas que fornecem produtos e serviços baseados na Web, como e-commerce, SaaS, PaaS tendem a experimentar crescimento maior em outros mercados, pois podem comercializar seus produtos/serviços sem fazer grandes investimentos. Assim, é possível testar e analisar o mercado sem precisar fazer investimentos altos, reduzindo o custo da expansão e aumentando as possibilidades de sucesso.

Mesmo empresas em setores que antecederam a Web tendem a ter taxas mais rápidas de crescimento global se investem em modelos on-line e baseados em software para áreas estratégicas do negócio. Mudar para a web torna uma empresa mais ágil e capaz de responder às oportunidades nos mercados internacionais com rapidez.

Estão inseridas ou criam um ambiente favorável para a expansão

Empresas de alto desempenho global estão inseridas em um ecossistema favorável, possuem relacionamentos com revendedores e parceiros que os ajudam a expandir internacionalmente. A escolha cuidadosa dos parceiros internacionais é importante principalmente no início da internacionalização.

Analisam cuidadosamente seus dados 

Os negócios com receitas globais altas são diligentes em analisar as informações de vendas e marketing internacionais e nacionais. Já empresas que não focam sua estratégia no crescimento internacional tendem a ter dificuldade em responder a essas perguntas básicas: Quais são seus dez principais países em termos de participação nos lucros? Por base de clientes? Qual porcentagem do seu orçamento de marketing é alocada na área internacional? Muitas vezes, apenas o exercício de obter esses dados ajuda a empresa a entender melhor sua verdadeira imagem internacional.

Enxergam o mercado internacional como estratégia de crescimento

Como a empresa enxerga a expansão global? Como uma vantagem estratégica? Ou como um problema/obrigação a ser resolvido? As empresas de alto crescimento internacional veem outros mercados como oportunidades que precisam ser exploradas. Para elas, os negócios globais são um investimento futuro, uma maneira de diversificar e alcançar maior escala. Na Alemanha, por exemplo, quando as empresas investem no exterior, seu foco principal é a expansão dos negócios. De acordo com o KfW – Foreign Investment Monitor, mais de 80% das empresas atribuem alta ou muito grande importância para a abertura de novos mercados.

Empresas que não visam a expansão global como estratégia veem os negócios internacionais como um problema e não como uma oportunidade. Tendem a subestimar a receita que obtêm atualmente dos mercados internacionais e consideram qualquer gasto nesses mercados como um custo a ser reduzido.

Colocam seus clientes em primeiro lugar

Se o cliente vive fora de seus mercados domésticos, as organizações centradas no cliente fazem um esforço ainda maior para alcançá-los. Assim, para elas, o marketing global e a localização não são vistos como um fardo, mas como uma vantagem contra os concorrentes, o que lhes permite atrair clientes em outros mercados, melhor atendê-los e convertê-los em defensores de suas marcas.

Priorizam os processos e estratégias que visam o crescimento internacional

Para crescer em outros mercados é importante valorizar as pessoas e os processos que são críticos para o sucesso desses empreendimentos. A geração de receita internacional, na maioria das vezes, depende de duas funções principais: marketing global e localização. As empresas em rápido crescimento priorizam essas áreas, com estratégias direcionadas para crescimento global. Ao passo que, empresas com trajetórias globais inexpressivas cometem o erro comum de diluir a importância do crescimento internacional, colocando a propriedade em níveis mais baixos da organização.

Criam uma cultura global

 Os funcionários da empresa possuem uma mentalidade global, que se espalha nos processos de negócios. A equipe de engenharia cria software com usuários internacionais em mente. Os criadores de conteúdo pensam em seus públicos em diferentes países. Executivos frequentemente discutem a importância dos clientes internacionais. A estratégia internacional se torna um forte impulsionador do crescimento da empresa.

No Brasil, o que vemos é um número muito grande de empresas com foco principal no mercado interno. Porém, o grande mercado doméstico não é suficiente para gerar economias de escala. Como resultado, criou-se, no Brasil, uma indústria obsoleta e sem capacidade de competir tanto interna quanto internacionalmente, com pouca ou nenhuma criatividade em termos tecnológicos, fadada, portanto, à eterna proteção estatal para sua sobrevivência. 

Para mudar essa realidade, é preciso ter mais empresas dispostas e prontas a internacionalizar!

Quer saber qual o estágio da sua empresa em um processo de internacionalização? Faça nosso International Assessment, e descubra mais!

Transformação de negócios

The Business Change
Giovanna Zeny
Giovanna Zeny Seguir

Head of Business Transformation na HAG. Mestranda em Adm pela UFPR, com ênfase em Inovação Aberta e Corporate Venture Capital. Alumni da European Innovation Academy e Alumni da Fundação Alexander von Humboldt, Alemanha.

Ler conteúdo completo
Indicados para você