[ editar artigo]

Como criar um funil de marketing que engaja

Como criar um funil de marketing que engaja

Criar um funil de marketing que engaja tem ficado cada vez mais caro, menos efetivo, mais genérico e com menos impacto para consumidores. Empresas têm sentido dificuldade em engajar clientes e esse problema é ainda mais evidente para empresas em crescimento. O marketing de conteúdo já representa mais de 30% do mercado de marketing digital no mundo e, devido a esses fatores, tanto o alcance quanto a capacidade de se diferenciar e de chamar a atenção de potenciais clientes é cada vez menor.

O User Generated Content tem se mostrado como uma estratégia eficaz para engajar o público em torno de sua marca.

O UGC (User Generated Content) é uma solução eficaz capaz, não apenas, de aumentar o engajamento do público com a marca mas também de estar presente em todas as etapas do funil de marketing de Dave McClure (AARRR)

 

Aquisição - É considerada a fase em que o usuário tem o primeiro contato com a marca e, consequentemente, a primeira impressão. Quando isso acontece via UGC, a confiabilidade que os usuários terão na marca é muito maior;

Ativação -  Nesse estágio, o usuário já é considerado um “lead” ou um cliente em potencial. É necessário criar interações com esses leads para que eles se aproximem e se sintam parte da marca. Comunidades de interesse podem ser muito eficazes para obter esse tipo de UGC. Por meio desse tipo de interação, as pessoas se sentem mais próximas da marca e, como consequência, mais dispostas a consumir;

Para se ter uma ideia do engajamento gerado por UGC: segundo a Nielsen Global, 92% das pessoas tentem a confiar em recomendação de outras pessoas sobre conteúdos de marca.

Retenção - É medida pela quantidade de interações que o lead/cliente em potencial interage com a marca, quantos e-mails ele abre e clica, quantas vezes ele se interessa pelos conteúdos ofertados, etc. Mais uma vez, o UGC surge como uma estratégia importante de funil, pois com conteúdos gerados pelo usuário nesse estágio do funil, é mais fácil entender o seu comportamento, as suas dúvidas e necessidades, tornando muito mais eficaz;

Receita - Este estágio é o resultado do custo de aquisição de cliente (CAC) X Lifetime Value (LTV), ou seja, o quanto a marca investiu na aquisição de clientes (impulsionamentos, ADS, SEO, geração de conteúdo, etc) em comparação a receita gerada por esse cliente para a marca, e a recorrência das suas compras;

Referência - Esta é a etapa mais importante do funil para a empresa, pois os clientes passam a ser embaixadores da sua marca, seja por mídias sociais, blogs ou conversas offline. Essa métrica pode ser obtida em redes sociais, em que é possível mensurar a menção de marcas e permite que o empreendedor tenha acesso ao número de usuários e de vezes que a sua marca foi citada.

 

O grande diferencial do UGC, é que ele deixa o marketing mais “humanizado”, com uma linguagem mais verdadeira e, por consequência, aproxima, de maneira mais profunda, marca e usuário. Com isso, o UGC aumenta as métricas de mídias sociais e fortalece campanhas de marketing.

70% dos profissionais de marketing afirmam que conteúdos gerados pelo usuário tornam o marketing mais autêntico.

Em um mercado, onde é cada vez mais difícil prender a atenção do público, somado a alta demanda de geração de conteúdo, o User Generated Content tende a agregar muito para profissionais de marketing.

 

E você, já ajudou alguma marca que melhorou sua vida a crescer?

 

Transformação de negócios

The Business Change
Ana Paula Ribeiro
Ana Paula Ribeiro Seguir

Designer, apaixonada por comportamento de consumo e novas fomas de pensá-lo!

Ler conteúdo completo
Indicados para você