[ editar artigo]

O início da economia colaborativa

O início da economia colaborativa

Economia colaborativa ou compartilhada é uma tendência que tem crescido muito nos últimos anos. Dois fatores foram determinantes para a consolidação desse movimento: 

1- As crises econômicas que vários países passaram nos últimos anos, somado
ao colapso que o consumo desenfreado causou ao meio ambiente, começou a exigir
mais da criatividade humana. Foi preciso reinventar o modo de consumir produtos e serviços para continuarmos construindo uma economia sustentável, e esse novo comportamento está se convertendo em novos mercados, novas mecânicas econômicas, novas moedas e novos empregos que geram impacto social, econômico e ambiental.

2- A evolução da tecnologia teve um papel fundamental para difusão da economia
colaborativa. Desde 2010, principalmente pelo surgimento de aplicativos de serviços como Uber, Netflix, Airbnb Spotfy, entre outros, este conceito começou a se fortalecer.

A economia colaborativa ou compartilhada criou uma nova forma de pensar o consumo e gerar transformação tanto no que consumimos, quanto na maneira como consumimos. 


O uso acima da posse virou o novo cool!

 

Entendendo o contexto da economia tradicional

O modelo de consumo, que seguíamos até pouco tempo atrás, teve origem no pós-guerra e foi projetado pela necessidade de reestruturação da economia. O seu ápice foi atingido nos anos 90, devido a fortes influências do estilo de vida americano, da popularização do plástico (garrafas PET, etc) e do crescimento do conceito “fast fashion”, o lema dessa década era: “você é o que você consome” e quase tudo era criado para ser descartável. Esse comportamento gerou impactos negativos para a sociedade, a economia e o meio ambiente. Mesmo hoje, ainda estamos sob a cultura da obsolescência programada - por quanto tempo você se sente atualizado com os seus aparelhos eletrônicos ou as suas roupas?

Projeções para o futuro


Quanto mais a tecnologia avançar, mais soluções e oportunidades surgirão, nos levando à um novo tipo de capitalismo, que deve se consolidar de uma maneira consciente, sem excessos, com produtos e serviços acessíveis a todos.

See you!

 

 

 

Transformação de negócios

The Business Change
Ana Paula Ribeiro
Ana Paula Ribeiro Seguir

Designer, apaixonada por comportamento de consumo e novas fomas de pensá-lo!

Ler conteúdo completo
Indicados para você