[ editar artigo]

Fazer negócios na China: 10 dicas que você precisa saber

Fazer negócios na China: 10 dicas que você precisa saber

Fazer negócios na China é muito diferente do que fazer negócios no Brasil. Entender a cultura e “etiqueta nos negócios” é essencial para ter sucesso no mercado. Estive na China há alguns meses e conhecei de perto a dinâmica do país. Neste post falo sobre 10 dicas importantes antes de viajar ou fazer negócios na China:

1. Saudações

Inclinar a cabeça e sorrir são saudações muito comuns. Em reuniões de negócios, pode ser que os chineses apertem a sua mão, mas espere até que o aperto seja iniciado pelo seu colega chinês. O povo chinês gosta (assim como no Brasil) que você tente usar algumas palavras em chinês, mas certifique-se de saber os significados exatos e de as utilizar em situações apropriadas.

2. Cartões de visita

A troca de cartões de visita é outra parte importante das apresentações. Um cartão de visita é considerado como uma extensão da pessoa, portanto, deve ser tratado com cuidado. A coisa mais educada a fazer é aceitar o cartão de visita com as duas mãos e examiná-lo com cuidado. O cartão de visitas também pode ser importante para te dar dicas de como se dirigir ao seu colega Chinês.

3. Small Talk, ou conversa fiada

O povo chinês, muito parecido conosco, geralmente inicia conversas com “small talk”, que ajuda a quebrar o gelo. Perguntas como: “Você já comeu?” Ou “De onde você vem?” São perguntas comuns para quebrar o gelo na China. Não há necessidade de entrar em detalhes na resposta. Essas perguntas são como “oi, tudo bem?” No Brasil.

4. O valor da "face", ou seja, da sua reputação

Os chineses dão importância a “face" que eles chamam de "mianzi" em mandarim. "Mianzi" significa "dignidade, prestígio e reputação". "To lose face", que em outras palavras significa perder a dignidade, é o pior medo dos chineses. Para os chineses, um antigo sinal de desonra e vergonha era cobrir o rosto com um leque, literalmente, “perder a face” – lose face.  

5. Relacionamentos

Relacionamentos importam e para os chineses, o nome para isso é "guanxi". O termo guanxi pode ser melhor entendido como "contatos pessoais", e não é algo que deve ser subestimado. Não gira apenas em torno da família, mas também é importante quando se trata de negócios. É por isso que, para os estrangeiros, não é apenas a questão de apresentar o preço e o produto aos empresários chineses; construir o relacionamento é necessário para ter sucesso no mercado chinês. O que não é muito diferente do Brasil, aqui os relacionamentos também são muito importantes.

6. Sentimento Humano

O sentimento humano conhecido em chinês como "renqing" está intimamente relacionado com guanxi e mianzi e todos são importantes na manutenção de laços estreitos. A regra é: "Se você recebeu uma gota de ajuda de outra pessoa, deve devolver uma fonte de ajuda". Uma pessoa chinesa que lhe pediu um favor se sentirá automaticamente obrigada a devolvê-lo quando pedir algo.

7. Polidez

Ser educado ou "ke qi" também é conhecido como modéstia ou humildade na cultura chinesa. Um exemplo que mostra esse tipo de educação é quando se recebe presentes. Quando alguém recebe um presente, ele não o abre imediatamente na frente da pessoa. Irá abri-lo mais tarde para mostrar respeito e mostrar que o presente não é importante – e, sim, a intenção que conta. Eles também mostram humildade mesmo quando recebem um elogio.

8. Furar fila

É difícil encontrar um motivo, mas ver pessoas chinesas furando filas não é algo raro na China (nem todas as pessoas fazem isso, é claro). Enquanto esperam pelo ônibus ou esperam na fila por comida, sempre há uma chance de que haja uma pessoa - ou mesmo um grupo - que tentará entrar na fila.

9. Vermelho é a cor da sorte, mas não para nomes

Se você estiver na China, nunca escreva seu nome ou o nome de outra pessoa usando vermelho. Durante os tempos antigos, isso era reservado apenas para lápides. Hoje em dia, escrever um nome em vermelho significa que a pessoa vai morrer em breve.

10. Comendo na China

Durante um jantar na China, há uma certa ordem na qual as pessoas devem se sentar. Você pode esperar que pessoas de negócios mais experientes se sentem primeiro, depois espere que o indiquem onde você pode se sentar. Não é apropriado começar a comer antes dos outros, especialmente dos mais velhos e/ou mais seniores. Além disso, caso você convide alguém para uma refeição, espera-se que você pague por ela.

Outra dica preciosa, não termine toda a sua comida, salvo se ainda estiver com fome. Caso contrário, os chineses na mesa pensarão que você ainda está com fome e vão continuar servindo comida até que você deixe um pouco no seu prato. Acreditem, isso é verdade, aconteceu comigo! Outra dica importantíssima, NUNCA coloque aqueles pauzinhos rsrsrs, o hashi, horizontalmente no bowl. Isso é feito nos funerais, por isso é muito ofensivo. Além disso, não bata com o hashi na sua tigela, pois isso está associado ao ato de pedir esmola.

Com isso você já pode se aventurar no mercado chinês. Claro, nada substitui a experiência pessoal, então conheça a China e aproveite as inúmeras oportunidades que esse país pode oferecer. 

Transformação de negócios

The Business Change
Giovanna Zeny
Giovanna Zeny Seguir

Head of Business Transformation na HAG. Mestranda em Adm pela UFPR, com ênfase em Inovação Aberta e Corporate Venture Capital. Alumni da European Innovation Academy e Alumni da Fundação Alexander von Humboldt, Alemanha.

Ler conteúdo completo
Indicados para você